Subscribe Now

* You will receive the latest news and updates on your favorite celebrities!

Trending News

Blog Post

I.A

Até 2030 um terço de todos os trabalhadores perderão seus empregos devido a automação. 

Hoje trataremos de um assunto que afetará diretamente ou indiretamente 1/3 de toda população no mundo em alguns anos, isso querendo você ou não. Estou falando de como os Robôs vão absorver seu trabalho.

As máquinas são nossas ferramentas, mas pode chegar o momento em que não seremos mais capazes de controlá-las

Essa nova era, está sendo chamada de 4º revolução industrial, pois o impacto em nossas vidas é tão grande que alterará nossa maneira de ver e agir perante o novo ambiente de trabalho.

Como podem ver no infográfico abaixo, a revolução 4.0 é a revolução do nosso século como foi nos outros anteriores, porém veja que para esta ultima seu impacto engloba uma imensidão de oportunidades e variáveis de possibilidades jamais vistas.

Ontem li um artigo da McKinsey Global Institute (MGI) intitulado “Empregos perdidos, empregos adquiridos: transições da força de trabalho em um momento de automação”, baseia-se em pesquisa anterior do MGI publicada em janeiro de 2017. A empresa de consultoria agora estima que entre 400 milhões e 800 milhões de pessoas em todo o mundo poderiam ser deslocados pela automação e precisam encontrar novos trabalhos. O relatório sugere que até 375 milhões de trabalhadores ou 14% da força de trabalho global terão que trocar categorias profissionais como resultado da automação inteligente.

“Mesmo que haja trabalho suficiente para garantir o pleno emprego em 2030, as principais transições estão à frente que podem igualar ou mesmo superar a escala de mudanças históricas da agricultura e manufatura”, “Mesmo que provoque declínios em algumas ocupações, a automação mudará muito mais…

“60 por cento das ocupações têm pelo menos 30 por cento das atividades de trabalho constituintes que podem ser automatizadas”

De acordo com os pesquisadores do MGI, os trabalhos “mais suscetíveis à automação incluem os físicos em ambientes previsíveis, como operar máquinas e preparar fast food”. “Coletar e processar dados são duas outras categorias de atividades que cada vez mais podem ser feitas de maneira melhor e mais rápida com as máquinas. Isso poderia deslocar grandes quantidades de mão-de-obra, por exemplo, em originação de hipotecas, trabalho paralegal, contabilidade e processamento de transações de back-office “.

Através de rede neural os atendimentos de call center serão mais preventivos e os clientes estarão a cada vez mais se relacionando com computadores com diretrizes randômicas e não com pessoas.

Outro setor que já está sendo absorvido por esta nova revolução, são os Call Center, conhecidos por ter mão de obra de atendimento para grandes empresas através dos famosos 0800 ou 4004 já possuem tecnologias utilizadas como o Watson da IBM para fazer o mesmo trabalho de um operador, ou seja, funções como ouvir ligações, atendimento para abertura de suporte, um FAQ para tira duvidas ou até mesmo cobrança podem ser migrados para esta nova tecnologia.

O relatório diz que os empregos “imprevisíveis”, como jardineiros, encanadores, trabalhadores infantis e idosos, estão entre os que enfrentam menos riscos da automação na próxima década, pois continuam desafiando a automatizar e normalmente não ganham salários altos, de acordo com McKinsey.

Hoje são capazes de dirigir veículos, atender clientes em serviços de telemarketing, preencher formulários de Imposto de renda por exemplo. Alguns bancos como o DBS, de Singapura, o Royal Bank of Canada e aqui no Brasil, o Bradesco, já usam o Watson da IBM nesta função de atendimento aos clientes. Nos EUA, os gastos com call center somam 112 bilhões de dólares e estima-se que cerca de 270 bilhões de chamadas de clientes não sejam atendidas adequadamente.

Uma das causas principais são os problemas de acesso às informações e o cruzamento de inúmeros dados em tempo real, tarefa impossível para um ser humano apoiado por sistemas tradicionais, que disponibilizam scripts pré-programados. A ideia é colocar sistemas como o Watson, capazes de cruzar milhões de informações diferentes, como catálogos de produtos, manuais de treinamento, termos e condições contratuais, e-mails e chamadas anteriores dos clientes com problema similares, fóruns de debate sobe o tema, histórico de atendimento do call center, etc, para eliminar ou diminuir sensivelmente a taxa de solicitações não atendidas.

Na Suíça, drones já entregam documentos em vilarejos distantes, substituindo os carteiros humanos nestas atividades. A Amazon também está experimentando drones para entregas rápidas nos EUA. O editor da Robot Report diz que empresas como FedEx estudam a possibilidade de, no futuro, dispor de um centro de pilotagem com poucos pilotos voando a sua imensa frota de aviões cargueiros. Estes aviões operarão como drones, uma vez que não deverão levar passageiros. Cita também o CEO da empresa de tecnologia russa Mail.Ru explicando que que está investindo em uma startup que usará robôs para ensino de matemática nas escolas.

Este efeito discriminatório sobre a força de trabalho é algo eminente que não foi por exemplo contemplado na ultima aprovação da reforma trabalhista. Afinal, se os robôs irão absorver grande parte do trabalho, como funcionará a corrente capitalista de consumo de bens e serviços que fazem a engrenagem andar ?

Afinal, se os robôs irão absorver grande parte do trabalho, como funcionará a corrente capitalista de consumo de bens e serviços que fazem a engrenagem andar ?

Este ponto pode alterar todo um fluxo econômico em apenas alguns anos e alterar todo forecast de vendas por exemplo, e os impostos como serão cobrados? Essa revolução é algo que atinge vários fatores socio-economicos, por isso ela considerada algo tão desafiador.

“Se o recrutamento for lento, o desemprego de fricção provavelmente aumentará no curto prazo e os salários poderão enfrentar uma pressão descendente”.

Hoje entendo pelo que acompanho, em outras redes sociais ou até mesmo aqui pelo Linkedin que as empresas de recrutamento não estão preparadas para este novo desafio e por isso precisam também ser moldadas e o governo deve investir cada vez mais em recursos diferenciados para a população adentrar neste mundo da tecnologia.

Para permanecer viável, os trabalhadores devem adotar a reconversão em diferentes campos. No entanto, os governos e as empresas precisarão ajudar a melhorar o que poderia ser uma transição rochosa e proporcionar uma ampla reconversão profissional para ajudar os trabalhadores deslocados, além de oferecer incrementos de renda mais generosos.

É importante você, entender que talvez sua profissão em apenas alguns anos não seja da forma que está sendo executada hoje ou até mesmo não exista mais mediante a Headcount humanos.

Por isso o importante é entender que a mudança chegou e para não ficar para traz, é necessário mudar. 🙂

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *

Cart Item Removed. Undo
  • No products in the cart.