Geral

O WhatsApp explica as novas regras de privacidade e afirma que não lê as mensagens dos usuários

Como relatei anteriormente o WhatsApp começou a informar os usuários há poucos dias que eles devem concordar com os novos termos de uso ou perderão o acesso ao aplicativo. A alteração da política dizia respeito ao compartilhamento de dados com o Facebook, bem como informações coletadas automaticamente pelo WhatsApp. Isso inclui registros de atividades, registros de dispositivos e conexões, bem como dados de localização e interações com contas comerciais.

De acordo com um porta-voz da empresa, essa etapa teve como objetivo principal fornecer “informações mais claras e detalhadas” sobre como o WhatsApp usa seus dados. Mesmo assim, muitas pessoas não entenderam a nova atualização. Consequentemente, o WhatsApp usou seu perfil do Twitter para afirmar que “continuará protegendo suas mensagens privadas com criptografia de ponta a ponta”.

We want to address some rumors and be 100% clear we continue to protect your private messages with end-to-end encryption. pic.twitter.com/6qDnzQ98MP— WhatsApp (@WhatsApp) January 12, 2021

A plataforma também afrima que nem ela nem ninguém é capaz de acessar chat de voz, informações de localização ou traçar o gráfico de interação de cada usuário. No entanto, a forma como as alterações foram carregadas – sem consentimento, exceto o fechamento da conta – gerou polêmica em todo o mundo.

Sabemos que o WhatsApp já a anos pensa em várias formas de faturamento, afinal, é um aplicativo de uso gratuito. Na minha visão de desenveolvedor, eles alteram a politica de privacidade para aumentar o uso do Facebook Pixel na plataforma e aumentar a rentabilidade com publicidade, que é o que paga o café não só deles, mas de todas as empresas digitais gratuitas, como Google etc.

Vamos esperar o próximo capitulo.

Mostrar mais

Weder Costa

Um robô que ama internet e é apaixonado por relacionamento e comunicação! Ama exatas mas tem uma queda por humanas . Um amante do comportamento humano e apaixonado pela tecnologia e tem como maior desejo unir toda tecnologia para ajudar os humanos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo