ArtigoGeralNoticias

Buraco no deserto do Chile não para de crescer e ainda não se sabe o motivo.

Os moradores vizinhos não conseguiam acreditar no que estavam vendo em uma estrada em Tierra Amarilla, cidade de cerca de 15 mil habitantes na região do Atacama, no norte do Chile.

Uma enorme cratera circular de 32 metros de largura e 64 metros de profundidade surgiu no meio de uma estrada que atravessa um terreno de propriedade de uma mineradora.

Uma semana depois, o buraco aumentou: seu diâmetro agora é de 36,5 metros, de acordo com as últimas medições de satélite.

O Serviço Nacional de Geologia e Mineração do Chile (Sernageomin) ordenou que a companhia de mineração Candelaria interrompesse todas as suas operações na área.

Também abriu um processo disciplinar contra a empresa, enquanto uma equipe investiga as possíveis causas do sumidouro.

A companhia de mineração Candelaria explora uma jazida de cobre em Tierra Amarilla, e as galerias de sua mina penetram no subsolo, tanto no entorno do buraco quanto abaixo dele a uma profundidade muito maior.

“As informações preliminares que circulam apontam para a intervenção da mineradora que realizou uma exploração excessiva de minerais naquela área”, afirma Cristóbal Muñoz, diretor da ONG informativa Red Geocientífica de Chile.

Weder Costa

Apaixonado por tecnologia, é fundador do BookMaps e tutor no curso Geração Millennials. Acredita na junção de conhecimento para aprimorar e criar novas possibilidades para as pessoas. É membro de grupos na China, india e EUA sobre Inteligência Articial, e tem conhecimento avançado em linguagens como Python, R e GO. Atualmente possui mais de 200 mil seguidores em todas as redes sociais, e suas postagens alcançam mais de 5 milhões de views por mês.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo