I.AInternetLinkedinOpnião

Vida de empreendedor, Dont Easy!

A vida do empreendedor não é fácil, pois bate de frente com o tempo de 24 horas onde tem que se virar para fazer com excelência tudo que tem em seus pensamentos e tarefas já programadas durante o dia. Você se torna praticamente um Jack Allan Bauer ou um MacGyver para dar conta de tudo e ainda assim ter o sentimento de que faltava mais. Isso as vezes é que mais doí.

E como vemos oportunidade em 90% das coisas por onde passamos, temos que administrar a ansiedade desesperada que às vezes não permite dar um passo de cada vez e sim saltos para alcançar o que deseja, e isso é uma tarefa árdua e muitas das vezes solitária, afinal..

Ninguém sonha seus sonhos com você, apenas sonham depois do sonho dar certo, “Time is Money”.

São madrugadas em claro, pois sabemos que na verdade é na madrugada que tudo acontece, os melhores developer’s do mundo estão lá, escondidos em seus scripts Kali Linux e muitas vezes submersos em fóruns “HideSIS” e quando aqui é noite nos países que respiram tecnologia o sol já brilha há muito tempo. Sim, na fila da tecnologia, chegamos um pouco depois.

E mesmo que conseguimos nos preparar para a maior parte dos possíveis incidentes, ainda tem aqueles externos que nos fazem ficar de mãos atadas com sentimento de impotência, como alta do dólar, por exemplo, ou até mesmo falta de investimento ou recursos para tocar tudo de uma vez. As ideias brotam mas a grana para coloca-las em práticas não crescem na mesma proporção e as vezes, acho que até a correlação chega próxima de -1, ou seja, Significa uma correlação negativa perfeita entre as duas variáveis – Isto é, se uma aumenta, a outra sempre diminui.

A esperança da evolução tecnologica está nas mãos dos que nasceram a partir de 1980, são da geração tecnológica-digital, nativos digitais ou ainda geração Y ou geração XPTO…

Esses indivíduos cresceram com a modernização das mídias, os amplos progressos comunicacionais, com a convergência dos meios de comunicação por meio da era digital e, principalmente, com a expansão da internet. É a geração da interatividade, da conectividade, da portabilidade, da simplificação tecnológica, da mídia digital.

Essa é a geração que tem certeza de que tudo é possível pela internet, mas, acalme-se para não se iludir nas promessas de algo que você deve ser, paralelo a algo que você está preparado para ser e o que realmente é, pois isso é um caminho doloroso, ter os pés no chão, vai alem de uma segmentação de geração, demonstra maturidade para ir além do que é obvio.

Ser empreendedor é saber que não se aprende a “Inovar” em cursos recebidos por e-mail com duração de 1 dia, com o titulo “Seja um inovador com um curso completo”, ou ir em palestras de motivação de 30 minutos, vai por mim, isso não dá certo. O conhecimento você vai ganhar com isso, mas saber trilhar é algo singular e é responsabilidade de cada um de nós.

Aprender e ter sabedoria para caminhar este percurso precisa somente de uma coisa, você aprender a “Errar”, e eu não digo errar sem impacto, eu digo fazer, errar e saber levantar e usar o erro como base para o próximo passo. Errar é sim, o segredo de tudo.

Todo empreendedor ou 99% deles, tiveram que sacrificar as finanças pessoais para investir em um sonho, e isso, é um passo importante, pois demonstra que acredita no projeto.

O vento sopra tão rápido que é importante saber para onde remar e mesmo assim contar com a ajuda da maré da tecnologia para não nadar, nadar e morrer na praia. São tantos projetos, inúmeras ideias mas se não tiver o feeling do negocio, nada sai do papel.

A questão não é quantos likes , comentários e compartilhamentos você ganha, a real diferença é o que você faz com a tecnologia que tem e a forma que recicla os processos com visão de futuro para fazer diferente.

As vezes o importante não é a resposta que tanto procura, e sim a pergunta que você faz.

O mundo é movido a advertising, em todo lugar desejam vender a qualquer custo, as ideias nascem de todos os lados, mas o marketing nem sempre caminha ao lado da área de Bussines, por isso a lacuna enorme entre promessa e realização. Mas entendo também que compramos com os olhos, isso o McDonald’s ou BK sabem de cor e salteado. Ja imaginou como a revolução 4.0 vai mudar tudo isso? Isso é incalculável.

E muitas grandes empresas investem em hackathon’s, afinal virou a moda da vez, mas às vezes acho que é muito hackathon pra pouco índio.

Se buscarmos no Google Trends, o termo vem sendo procurado desde 2012 e teve seu outlier no mês de maio 2017, onde houve o ápice da procura e eventos no país.

Entendo que existam mais pessoas especialistas em plugin’s pré-prontos onde podemos encontrar inúmeros no GitHub do que no aprendizado do negócio mesmo, da especialidade em si. Não vejo isso como um ponto ruim, porém é como ter algo limitado em um código que nunca será mutável.

Sempre vejo os premiados em hackathon’s , mas quase nunca vejo os projetos na prática funcionando, mas entendo que isso faz parte neste primeiro momento.

Sei que a ideia de inteligência artificial está na mente de todos, e é um termo tão bonito, porém entendo que ainda existe um gap enorme de conhecimento e isso falo com propriedade, pois vejo isso há todo momento em conversas e presencialmente.

Acredito que a tecnologia está mudando as coisas, mas peço essencialmente a você que trabalha nesta área, que seja, ousado, mas saia da teoria e do mundo imaginário de Bob e comece a produzir, afinal, de palavras bonitas e enredos pre-formatados o mercado está cheio. Não é por que você sabe fazer uma procedure em SQL que você irá mudar algo. É fundamental ter vontade de fazer diferente.

Saber liderar,fazer a gestão com responsabilidade e ter o respeito das pessoas é algo fundamental. Tenha timing, acumule experiencias na sua área, utilize dados e KPI’s para saber para onde ir e como eu já disse saiba lidar com as oportunidades, seja JUSTO sempre, o mundo corporativo precisa disso.

Seja referencia onde você estiver… seu trabalho e esforço nunca serão em vão. E lembre-se sempre de nunca perder a vida tentando ganhá-la.

Mostrar mais

Weder Costa

Um robô que ama internet e é apaixonado por relacionamento e comunicação! Ama exatas mas tem uma queda por humanas . Um amante do comportamento humano e apaixonado pela tecnologia e tem como maior desejo unir toda tecnologia para ajudar os humanos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo